Freelensing quer dizer fotografar com a lente desencaixada do corpo da câmera, com um pequeno deslocamento. O resultado é que o sensor recebe luz de uma forma diferente, gerando diversos resultados e desfoques na foto. Lembra quando ensinei a fazer um falso macro com a lente 50mm invertida? Isso não deixa de ser um freelensing, mas hoje eu vim falar de outro efeito, o falso tilt-shift (que são aquelas imagens super desfocadas em algumas áreas, e dependendo do que você fotografa, parecem miniaturas).

Eu não conhecia essa técnica até ler sobre no blog da Andrea, que inclusive já apareceu aqui em uma indicação de Flickr. ;) Quando vi as fotos dela fiquei super curiosa e empolgada pra testar, dei mais uma pesquisada em outros artigos na internet e hoje tirei algumas fotos pra ver qual-que-é. :P Essas fotos ficam com cara de sonho, não? Acho que até por causa disso coloquei um efeito mais ~creminho~ na edição. Ou estou viajando? Hehe.

Pra fazer esse efeito, você precisa desencaixar só um lado da lente. Um dos lados fica encaixado, e o outro levemente inclinado, mas a lente continua fechando o corpo da câmera. Deu pra entender? Hehe. Bom, essa imagem explica bem:

Li em alguns textos que é bom deixar o foco da lente no infinito antes de desencaixar a lente, mas eu consegui fazer as fotos usando o foco manual normalmente, e achei bem mais fácil assim. Bom, o resultado foram essas fotos com o foco beeem suave, e a área de foco bem menor também. Até tirei uma com a lente “normal” e uma com o freelensing pra vocês sentirem a diferença:

Acho que com o tempo vou pegando o jeito, e quero testar mais fotos assim. :) Vi umas bem legais no Flickr usando essa técnica.

E por fim, é preciso tomar alguns cuidados: quando for desencaixar a lente, deixe a boca da câmera virada para baixo, para evitar a entrada de sujeira e segure a lente bem firme, né? :)

E aí, gostaram? Já conheciam essa técnica? Mostrem suas fotos pra gente!