Mais dois canas de fotografia para seguir no Youtube!

Já o quarto post desse tipo que fazemos aqui, pra quem perdeu, acesse a parte 1parte 2 e parte 3 que vale a pena te muito conteúdo bacana nos canais que já indicamos aqui! Dessa vez trazemos mais dois. Espero que gostem, e deixem nos comentários seus canais favoritos! ;)

Sangue, Suor e Foto

Canal bem completo pra quem curte desde reviews de equipamentos até dicas básicas tipo esse vídeo que linkamos aqui acima. O Antonio é super simpático e dinâmico nas explicações, super fácil de entender. :)

Audiovizuando

Esse canal é muito bacana, pois além de noções básicas, tem muita dica pra quem curte vídeo e audiovisual em geral! Os meninos também fazem reviews de equipamento, vlogs e mais um monte de coisa bacana. :)

Indicação de Flickr: Tina Kazakhishvili Canaud

A indicação de hoje é a fotógrafa Tina Kazakhishvili Canaud. Ela é de Georgia, mas está sempre viajando pelo mundo, para lugares exóticos e registrando coisas diferentes. Seu trabalho é bem autoral, e tem muitas características que venho apreciando: desfoque, cenas em movimento… Ela também ama p/b e dupla exposição.

tinacanaud02

tinacanaud03

tinacanaud04

tinacanaud05

tinacanaud01

Eu amei todas as fotos, mas acho que é aquela coisa 8 ou 80, ou vocês vão gostar muito, ou não, haha. Mas acho interessante quem consegue criar uma identidade bem forte, como ela criou. Além de tudo isso, ela também recorre à temas muitas vezes mais pesados, como religião, rituais e doenças. No site dela tem muito mais material, vale conferir! Espero que gostem da indicação de hoje, deixe aqui nos comentários suas opiniões, quero saber o que acharam!

Reconhecimento pessoal na fotografia

Faz tempo que estou enrolando pra fazer esse post, pois na verdade não sou tão boa assim com palavras quanto com imagens (e isso não significa que eu seja boa com imagens, haha). Mas percebi que de nada adiantaria enrolar, e esse é um assunto que tenho pensado sempre, há bastante tempo!

Acho que todo mundo que faz algum trabalho, quer ser de certa forma reconhecido, né? Não só na área de “artes”, mas em todas as outras. Mas como minha formação é em comunicação, tenho mais domínio pra falar dessa área em específico. O reconhecimento pode vir de muitas formas, inclusive como um retorno financeiro, mas o que tenho refletido mais, é sobre a “fama”.

reconhecimento

É muito legal quando desconhecidos começam a acompanhar nosso trabalho, principalmente em épocas de Instagram e Facebook, que ficou muito mais fácil divulgar e produzir conteúdo. Mas certas vezes acho que rola uma preocupação exagerada quanto ao número de likes e seguidores. E digo isso com bastante prioridade no assunto: já passei por isso, haha. Ficava preocupadíssima quanto a esse tipo de coisa, e a partir daí, percebi como comecei a me minar: só postava coisas que eu sabia que teria um retorno maior, muito chato, né?

Além disso, também reparei que muitas vezes número não quer dizer nada. Tem muita gente que dá número ou comentário, ou até mesmo elogia teu trabalho, só pra ter um comentário ou mais um número de retorno… #sadbuttrue

Passei muito tempo refletindo sobre isso, e como esse tipo de coisa estava afetando minha criatividade e espontaneidade. Decidi fazer um exercício de repensar mais no meu trabalho que estava publicando. Antes de mais nada, tinha que ME agradar. Seja esteticamente, ou quando eu enxergasse uma certa evolução. Mas o mais legal, veio depois disso. Gente que eu sempre admirei, independente de ser ~conhecido~ ou não, certas vezes me seguia, ou comentava algo, e isso me deixava bem mais feliz do que 200 ou 300 likes. E acho que isso é o importante, sabe? Aquela velha história da qualidade x quantidade.

Não sei se deu pra pegar a ideia principal, mas se eu puder deixar uma dica: seja sempre você mesmo! Independentemente de números. Siga seu gosto e tente se superar sempre dentro disso. <3

Tags:

Mais 17 ideias para usar fotografia na sua decoração!

O último post de decoração foi um sucesso! Eu uso bastante o Pinterest para fins pessoais, mas criei um álbum somente de coisinhas para fotografia, e no decorrer desses meses, juntei mais algumas imagens interessantes que podem servir para você que está procurando uma maneira legal de organizar e exibir suas fotos ou até mesmo sua coleção de câmeras.

Têm para todos os gostos e níveis de dificuldade, só escolher! Vamos adorar ver se você usou alguma ideia que viu aqui no blog, por isso comente aqui no post, ou nos marque em alguma rede social (Facebook, Twitter ou Instagram) mostrando o resultado!

decor01

decor02

decor03

decor04

decor05

decor06

decor07

decor08

decor09

Vlog: Gallery of Photography em Dublin

Pra quem não sabe, há pouco mais de um mês, me mudei para a Ilha Esmeralda. A famosa terra dos Leprechauns, da Guinness, do U2. Depois de um pequeno processo de adaptação, estou começando a procurar coisas pra fazer aqui relacionadas ao que tanto amo: fotografia!

E esse post e pequeno vlog é sobre um lugar bacana que visitei semana passada: a Gallery of Photograpy. Não sei ao certo como cheguei neles, ainda estava no Brasil, mas finalmente consegui conhecer! A Gallery of Photography é um espaço para exposições, loja e também cursos. Além disso tudo, eles tem um espaço para revelação, que você pode passar o dia todo lá, basta levar os negativos e os papéis. Estou louca para testar o serviço!
Tive o azar de pegar o espaço para expos fechado, mas comentei isso no vídeo, haha. Eu adorei o lugar, tem muita coisa legal, vou voltar logo-logo!

gallery01

gallery02

gallery03

Espero que gostem do post, e quero saber se vocês gostariam de mais conteúdo sobre a Irlanda. =)

Informações
Gallery of Photography
Endereço: Meeting House Square, Temple Bar, Dublin 2
Site | Facebook