Indicação de Flickr: Thainá Nunes

Conheci a Thainá quando ela começou a me seguir no Instagram, e logo de cara me apaixonei pelas fotos delicadas e sensíveis. Não sei como acabei descobrindo seu Flickr, e reparei que ela arrasa com as câmeras analógicas. Devo dizer que é uma das meninas que mais tenho admirado ultimamente. Fico muito feliz de ver gente fugindo um pouco do “comum”, e aqui do Brasil ainda (a Thainá é carioca!), e vocês vivem pedindo indicação de gente da nossa terrinha, né? Pois bem, espero que amem o trabalho dela tanto quanto eu!

Não dá uma vontade de só fotografar com filme? <3

thaina01

thaina02

thaina03

thaina04

thaina05

thaina06

Revelei: Yashica Mat-124 G e preto e branco

O primeiro filme que usei na Yashica não foi uma decepção total, pois ao contrário das lomos, todas as fotos saíram, hahaha. Mas ainda assim, duas coisas me incomodaram: uma espécia de névoa e o foco errado. A primeira questão não tem jeito, descobri que as lentes da minha câmera foram polidas (e provavelmente com palha de aço, segundo o Sr. Ogava, HAHAHA). Já o foco errado, aaaah… parece que consegui pegar o jeito dessa vez (o enquadramento já é outra história, hahaha, ainda é muito difícil fotografar com ela sem apoio ou tripé).

Contrariando todo meu amor por cores, usei um filme preto e branco nela, o Fuji Neopan Across, de ISO 100, e ah, como amei essas fotos! Além do foco certinho, são registros de dias bons do final do ano passado. O mais legal de tudo ainda, é que euzinha que digitalizei esse rolo, e estou bolando um post pra quem como eu, nunca tinha usado um scanner para digitalizar negativos, foi bem legal! Mas ainda preciso acertar mais no tratamento pós-digitalização, mas vocês me perdoam, né?

yashica01

Foto na Fazenda Ipanema, clica que tem post desse dia!

yashica02

Minha favorita de todas <3

yashica03

Na Cada Modernista, clica que também tem post!

yashica04

yashica05

yashica06

yashica07

yashica08

yashica09

Fiquei um pouquinho ainda mais apaixonada por essa câmera <3 Quem aí tem essa Yashica também?

A programação do 5º NEWBORN PHOTO CONFERENCE está completa!

Nesta 5ª edição do congresso de recém-nascidos, contamos com um time de 15 especialistas que estarão presentes nesses 3 dias de evento no Teatro Gazeta em São Paulo. São 13 palestras com temas incríveis dedicados a fotografia newborn e, como esse ano o congresso cresceu, também temos palestras de áreas relacionadas. Confira abaixo a grade com as descrições das palestras:

Newborn: O que, como e porque, com Erika Muniz
Nesta palestra, Erika Muniz mostrará os elementos fundamentais da fotografia newborn. A fotógrafa falará da segurança e dos cuidados com o recém-nascido, poses clássicas e como monta-las, e algumas técnicas para acalmar o bebê durante o ensaio fotográfico. Com uma experiência de mais de 400 bebês já fotografados, Erika apresenta uma palestra fundamental para os novatos, e muito útil para os mais experientes.

Palestra com prática assistida.

Lúdico e onírico, uma nova tendência na Fotografia de Gestantes, com Lidiane Lopez
Lidiane Lopes criou uma nova maneira de fotografar gestantes, utilizando de muita criatividade e se inspirando na fotografia de Tim Walker, Sue Bryce, Brooke Shaden e Emily Photography. A profissional apresenta nesta palestra os pilares que sustentam este novo estilo de fotografia encantadora e inovadora.

Palestra com prática assistida.

Fisiologia do bebê, a palavra ao especialista, com a doutora Luciana Hererro
Conhecer a fisiologia do bebê é importante para a segurança e o conforto do recém-nascido durante o ensaio. Esta palestra vai além das informações de segurança necessária para o fotógrafo, busca um entendimento completo e mais profundo sobre os nossos pequenos modelos. A Dra. Luciana Herrero é Médica Pediatra, palestrante, consultora Internacional de Amamentação, e autora do livro “O Diário de Bordo da Família Grávida”.

Criatividade na fotografia de recém-nascidos, com Estúdio Digachis (Weronica Eler e Marcus Aurélio)
Hoje é comum encontrar trabalhos parecidos na fotografia de recém-nascidos. Marcus Aurélio e Weronica Eller acreditam que a criatividade reside nos pequenos detalhes e mostrarão em sua palestra como criar ensaios originais, combinando harmonicamente os elementos únicos de cada família com referências e inspirações. O casal, que há 4 anos fundou o Estúdio Digachis, em Cuiabá, mantém como assinatura uma estética clean e moderna, mas carrega nos seus ensaios elementos inusitados e divertidos.

Palestra com prática assistida.

newbornphotoconference_programacao_01

Pós-produção na fotografia newborn, com Altair Hoppe
Altair Hoppe é especialista em photoshop, autor de 4 livros e palestrante reconhecido pelas suas apresentações dinâmicas e práticas. Com sua experiência, ele orientará aos fotógrafos de recém-nascidos como criar um estilo pessoal para as suas imagens, e as formas de desenvolver e aperfeiçoar o processo de pós-produção.

Luz natural e artificial: dominando a iluminação com Ana Brandt
A fotógrafa americana especialista em newborn e fotografia de gestante há 12 anos, possui grande experiência educacional e vem ao Brasil pela primeira vez. Ana Brandt apresentará nesta palestra as técnicas e os esquemas de iluminação que foram desenvolvidos durante a sua carreira e que a auxiliam em um trabalho espetacular.

Palestra com prática assistida.

Fotografia de parto, registrando um momento único, com Michelle Vilanova
A fotografia de parto é uma especialidade em grande crescimento. O registro deste momento requer sensibilidade e conhecimento técnico, tanto nas fotos realizadas em uma instituição hospitalar, como nas de forma humanizada. A palestra abordará ambos os formatos, mas dará ênfase no ensaio realizada em bloco cirúrgico, devido à peculiaridade do ambiente e por ser o mais praticado atualmente. Michele Villanova atua com fotografia de família e é pioneira na fotografia de parto.

Palestra com prática assistida.

O mercado de fotografia e o desafio de fazer da sua paixão em um negócio rentável, com Jaiel Prado
A facilidade de acesso aos equipamentos fotográficos, à disponibilidade de informação e os atrativos da profissão, fizeram da fotografia uma carreira procurada por muitas pessoas. Porém, por trás do sucesso de um fotógrafo, existe um negócio bem estruturado. Nesta palestra, Jaiel Prado, sócio do Studio Trend indica o caminho para o sucesso na fotografia a partir de sua experiência de 18 anos em uma bem sucedida carreira no mercado financeiro.

newbornphotoconference_programacao_02

Transição de poses: a evolução do ensaio, com Stephanie Robin
A experiente fotógrafa canadense, Stephanie Robin, apresentará as formas de otimizar o seu ensaio, passando de uma pose para a outra, de maneira suave e confortável para o bebê. Segundo a palestrante, o uso das técnicas de transição de poses aprimora o ritmo do ensaio e consiste em uma grande evolução no trabalho do fotógrafo.

Palestra com prática assistida.

Ensaio Lifestyle, a maneira espontânea de retratar famílias, com Silvia Martins
O Lifestyle é uma modalidade da fotografia de pessoas, é voltado para o fotógrafo que quer retratar a vida e a família em todos os seus aspectos, durante o dia a dia. Nesta palestra, Silvia Martins, fotógrafa de família lifestyle há 4 anos, ensina a representar cada particularidade e característica de uma família de um modo natural, extraindo momentos reais e espontâneos. Palestra com prática assistida.

O desafio da locação externa para ensaios de gestantes e bebês, com Studio Gaea
Desde sempre, ensaios fotográficos em locações externas geram belas imagens, porém, fotografar gestantes e bebês ao ar livre é algo delicado, e implica em cuidados específicos e novos desafios. Em um estúdio podemos controlar a temperatura, o barulho e até a luz, já em locações externas, são necessárias técnicas para driblar as dificuldades.
Nesta palestra, Fer Sanchez e Ale Carnieri, irão revelar segredos para fotografar mamães e bebês em ambiente externo, com todo carinho e segurança que eles merecem.

Palestra com prática assistida.

Fotografia de bebês, “smash the cake” e festas infantis, com Simone Silvério
Nesta palestra, Simone Silvério, apresenta diferentes formas de fotografar o bebê depois da etapa do ensaio newborn. Dominar estes tipos de técnicas permite ao fotógrafo atender de forma mais completa seu cliente. A fotografa especialista em fotografia de família é uma das fundadoras da ABFRN (Associação Brasileira de Fotógrafos de Recém-Nascidos) e sócia do StudioTrend, onde atende recém-nascidos, crianças, grávidas, famílias e eventos.

Registrando a emoção da família na fotografia newborn, com Carla Durante
Um dos momentos mais intensos de uma sessão newborn é, com certeza, quando o bebe é retratado junto aos parentes. Carla Durante, talentosa fotógrafa de famílias, gestantes e newborn, tem um habilidade especial para esta parte do ensaio, fazendo com que toda a família se envolva e vivencie uma experiência prazerosa, divertida e carregada de emoção. Carla Durante é uma das fundadoras da ABFRN (Associação Brasileira de Fotógrafos de Recém-Nascidos) e colunista do portal PhotoChannel e atua como fotógrafa desde 2011 em São Paulo.

Informações Gerais:
Data: 20, 21 e 22 de abril de 2015
Horário:
20/04 – das 8h00 às 20h00
21/04 – das 8h00 às 17h30
22/04 – das 8h00 às 18h00
O congresso tem a opção de acesso online, você pode assistir a todo o evento que será transmitido ao-vivo, e as gravações ainda ficam disponíveis por 60 dias.
Leitor do Lomogracinha tem 7% de desconto na inscrição, basta usar o código PAR2015

Local: Teatro Gazeta
Av. Paulista, 900 | São Paulo | SP
Vendas: (11) 3021-3335 / eventos@iif.com.br
Mais informações: www.newbornphotoconference.com.br

Para assistir: a série Film do Framed Network

O site Framed Network é conhecido pelos mais diversos artigos sobre fotografia. Um tempo atrás, criaram uma série de 15 vídeos, intitulada “Film”, com a participação dos fotógrafos Tanja Lippert, Ryan Muirhead e Tia Reagan.

Como o próprio nome diz, os vídeos são sobre fotografia analógica, hahaha. Cada episódio é um pouco longo (e em inglês), apresenta algumas técnicas, mas basicamente é um “vlog” que acontece durante os ensaios. Mas o duro é que estou babando até agora nisso tudo, hahaha. Os caras são muito muito muito bons, e bate até aquela mini depressão de que “nunca vou conseguir fazer isso”. Não sei se é porque o estilo deles me agrada muito, mas é bom saber que pelo menos estou no caminho certo.

Separei meus dois vídeos favoritos abaixo (por favor, assistam o da penitenciária, vale a pena!), mas recomendo assistir todos os outros. =) Espero que gostem!

Para fotografar: Fazenda Ipanema

Esse blog está muito intermunicipal, falaí, HAHAHA! Um tempo atrás estava folheando um livro sobre roteiros para fazer com crianças e achei essa tal de Fazenda Ipanema. Infernizei a vida de todos os meus amigos até todo mundo ficar com vontade de ir também, hahaha.

“No interior do Estado de São Paulo, no município de Iperó, na região entre Sorocaba e Araçoiaba da Serra, existe uma fazenda histórica, criada ainda na época do império.
Sua descoberta data do século do descobrimento do Brasil, por volta do ano de 1589, onde pesquisas sobre a produção de peças de ferro se deu início, mas sem resultados. Por volta do ano de 1808 um novo impulso foi dado ao local devido à chegada da família real ao Brasil, evoluindo então as construções de fornos e habitações na Fazenda Ipanema para transformá-la em uma grande siderúrgica.

Como em todo Brasil, ali também era utilizada ostensivamente a mão de obra escrava, com negros e índios da região sendo usados para a realização dos trabalhos pesados existentes na fazenda.

Os Engenheiros responsáveis pelas obras comandavam capatazes que não exitavam em torturar e punir severamente os escravos que não cumpriam as ordens e tarefas que lhes era passada durante o dia.
A punição mais utilizada era o açoite, amarrando-se os escravos em pelourinhos e chicoteando-os rigorosamente, em muitos casos até a morte.

Na Fazenda ipanema também foi construída a primeira represa artificial do Brasil.
Sua construção teve uma característica peculiar: as margens eram fundas, chegando à ter muitos metros de profundidade, e com a parte central mais rasa, com cerca de apenas um metro de fundura.
Essa caracteristica foi projetada visando evitar a fuga dos escravos, pois os mesmos viviam com pesos presos aos pés, e caso algum deles resolvesse fugir pela represa, morreriam afogados logo na margem, e se por algum milagre algum dos escravos conseguisse nadar mesmo com os pesos, ficariam presos no centro da represa, local que era mais raso, permitindo que o fugitivo fosse visto à distãncia, e com isso seria preso novamente, ou morto pela tentativa de fuga.” Fonte: Além da Imaginação

Bom, assim, o lugar realmente é bonito e tem bastante coisa pra ver (inclusive tem trilhas e algumas atividades esportivas como arborismo e tirolesa). Mas acho que criei muita expectativa que voltaria com fotos lindas e não foi bem o que aconteceu. Fico com a impressão que muitos pontos turísticos são bastante abandonados por aqui: sujo, quebrado, sem estrutura alguma, enfim. Vale a visita sim, mas vai com disposição pra pegar estrada, leve comidinhas, repelente, água e aquele kit básico de sobrevivência. Vi um ou dois fotógrafos fazendo ensaios de casal e acho que lá rende bastante foto pra isso sim.

Valeu a experiência de ter conhecido um lugar novo fora da cidade de São Paulo e passado o dia com amigos queridos. Espero que gostem do post e do vídeo!

ipanema01

ipanema02

ipanema03

ipanema04

ipanema05

ipanema06

ipanema07

ipanema08

ipanema09

ipanema10

ipanema11

ipanema12

Serviço

Como chegar:
Fomos pelo caminho sugerido pelo Waze que nos jogou na Castello. No final dela, a informação que nos deram é chegar até a Marinha, e virar a direita no KM19, hahaha. Tem uma estrada de terra de mais ou menos 6km. Mas é melhor ligar antes para pegar direitinho o caminho, parece que existe uma rota melhor pela Raposo.

Entrada: R$7,00
Horários: Terça – Domingo das 8h às 16h (permanência até às 17h)
Telefone: (15) 3266-9099
Possui uma lanchonete que aceita cartão
Site: Fazenda Ipanema